: : Doenças : :


 

O Olho

 


 

Doenças Oculares

Catarata


catarata

A Catarata é a opacificação de uma lente natural do olho, o cristalino.
Suas principais causas são:
Senil: Devido ao processo de envelhecimento.

Traumática: por trauma ocular

Congênita:
ocorre durante a vida intrauterina.

A Catarata impede a passagem de luz para o olho, ocasionando visão embaçada (como enxergar através de uma catarata, daí seu nome)
O tratamento cirúrgico apresenta excelente resultado.
Cirurgia Catarata

voltar ao topo 

 


 

 

Ceratocone


Ceracotone
O Ceratocone é uma distrofia da córnea que se caracteriza por um afinamento progressivo do centro, levando a uma deformidade e formação de um cone.
Ocasiona diminuição e distorção da visão, o paciente tem dificuldade de enxergar e se adaptar com óculos e com lentes de contato.

voltar ao topo 

 

 


 

 

Glaucoma


Glaucoma
É ocasionado pelo aumento da pressão intraocular e diminuição da irrigação do nervo óptico.
Esses fatores levam:

  • A uma diminuição progressiva do campo visual (a perda se inicia na periféria, é lenta e progressiva, portanto dificilmente é percebida pelo paciente na fase inicial da doença)
  • A uma atrofia do nervo óptico.
    É uma causa de cegueira irreversível, portanto é extremamente importante medir a pressão intra ocular (tonometria).
    Indivíduos com mais de 40 anos e/ou com antecedentes familiares de glaucoma devem fazer a tonometria com maior frequência.
    Além da medida de tonometria existem vários outros exames para complementarem o diagnóstico ou para o acompanhamento do glaucoma.
    Na maioria das vezes o glaucoma é tratado com colírios, entretanto há casos com indicação de cirurgia.

voltar ao topo 

 


 

 

Conjuntivite


Conjuntivite
É uma inflamação da conjuntiva (fina película que reveste a esclera) e ocasiona ardor, coceira, vermelhidão e sensação de corpo estranho.
É uma doença muito freqüente e pode ter inúmeras causas, entre as principais:

  • Conjuntivite bacteriana (bactérias)
  • Conjuntivite viral (vírus)
  • Conjuntivite alérgica (alergias)
  • Conjuntivite química (substâncias químicas)

Sempre se deve consultar o oftalmologista, pois o tratamento é diferente para cada tipo de conjuntivite.

voltar ao topo 

 

 


 

 

Hordéolo (terçol)


Terçol
É uma obstrução de uma glândula da pálpebra, levando a dor e edema local.

voltar ao topo 

 

 


 

 

Pterígio


Pterígio
É uma membrana que cresce em direção ao centro da córnea.
Deve ser avaliada pelo oftalmologista (há casos em que deverá ser removido com cirurgia)

voltar ao topo 


 


 

 

Olho Seco


Olho Seco
Há diminuição do filme lacrimal ou alteração de sua composição normal (que é de água, muco e gordura).
Acarreta ardor, vermelhidão e a sensação de “olho seco”.

voltar ao topo 

 


 

Degeneração da Mácula Relacionada à Idade (DMRI)


DMRI
É uma doença que acomete a mácula, região da retina responsável pela visão central.
Ocorre em idade mais avançada, devido ao acúmulo de resíduos na retina.
A DMRI se divide em dois tipos:
- seco (85% a 90% dos casos)
- úmido

Embora a causa da DMRI não esteja completamente determinada, existe um consenso de que está relacionada aos fatores de “envelhecimento".
Assim ela pode ser evitada ou postergada com hábitos saudáveis como alimentação balanceada, não fumar, não beber e de extrema importância é a proteção dos raios ultravioletas com lentes (ou seja, uso de óculos escuros)

voltar ao topo 

 

 


 

 

Descolamento da retina


A retina (camada interna do olho) é descolada. Pode ocorrer devido a trauma, idade avançada, alta miopia, presença de defeitos na periferia da retina.
Inicialmente o paciente pode ver aparência de “mosquitos” e depois perda do campo visual.
Quanto mais rápido procurar o tratamento, maior a chance de recuperar a visão.

Deslocamento da retina

voltar ao topo 

 

 


 

 

Uveítes


Uvéites
É uma doença inflamatória intraocular.
Ocasiona dor, olho vermelho, diminuição da acuidade visual.
Pode afetar as estruturas intraoculares, deixando seqüelas como catarata, cicatrizes na retina.

voltar ao topo 

 

 


 

 

Defeito da Visão

Miopia


fundo embaçado

Na miopia os feixes luminosos se unem ANTES da retina.
O míope não enxerga bem para longe.

O tratamento pode ser feito com óculos, lentes de contato e cirurgias.


Miopia

voltar ao topo 

 

 


 

 

Hipermetropia


Frente embaçado
Na hipermetropia os feixes luminosos são localizados APÓS a retina.
O olho é menor que o normal.
Há dificuldade de visão somente para perto ou para longe e para perto, dependendo do grau.

voltar ao topo 

 

 


 

 

Astigmatismo


visão totalmente embaçado
Há distorção de um segmento do olho, quase sempre da córnea, levando à distorção dos feixes luminosos que entram no olho.

Visão Normal


Astigmatismo

voltar ao topo

Av. 9 de julho, 1677 - 5º andar - sala 51 - Jundiaí - SP - Fone: 11 4521-7994
Copyright © 2008 - Clínica de Olhos Angélica Vilela - Todos os direitos reservados.


desenvolvimento e hospedagem